Operação Prato Feito faz ação em quatro estados com mais de 150 mandados de busca e apreensão

Uma operação da Polícia Federal, que apura o desvio de recursos federais para merenda escolar, uniformes e material didático em 4 estados, inclui também cumprimento de mandados no Paraná.

Chamada de Operação Prato Feito, a ação em parceria com a Controladoria Geral da União identificou cinco grupos suspeitos de desviar recursos da União destinados à educação em municípios do Paraná, São Paulo, Bahia e Distrito Federal. São cumpridos 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e decisões de suspensão de contratação com o poder público referentes a 29 empresas e sócios.

As ações judiciais partiram da 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo e Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O inquérito policial foi instaurado em 2015, a partir de informação apresentada pelo Tribunal de Contas da União relatando a possíveis fraudes em licitações de fornecimento de merenda escolar em diversos municípios paulistas.As investigações apuraram que os grupos criminosos agiriam em 30 municípios, contatando prefeituras por meio de lobistas, para direcionar licitações de fornecimento de recursos federais para a educação destinados ao fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.

A Polícia Federal ainda não confirmou quais municípios do Paraná são alvos da operação. Segundo a PF, há indícios do envolvimento de 85 pessoas, sendo: 13 prefeitos, 4 ex-prefeitos, 1 vereador, 27 agentes públicos não eleitos e outras 40 pessoas da iniciativa privada. A Controladoria Geral da União identificou, ao longo das investigações, 65 contratos suspeitos, cujos valores totais ultrapassam um bilhão e 600 milhões de reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*