Pai de Tatiane Spitzner é novo assistente de acusação em processo que apura morte da filha

(Foto: reprodução/Fcaebook)

O pai da advogada Tatiane Spitzner, o também advogado Jorge Waldemir Spitzner, vai atuar como um dos assistentes de acusação do Ministério Público no processo que apura a morte da filha. O marido de Tatiane, Luis Felipe Manvailer, é acusado de ter matado a esposa, de 29 anos, no último dia 22, em Guarapuava, na região Central do Paraná. Ele se tornou réu da ação penal nesta semana, pelos crimes de homicídio qualificado, que no caso é caracterizado como feminicídio, de cárcere privado e fraude processual.

Tatiane morreu depois de sofrer uma série de agressões do marido, a maior parte registrada por câmeras do prédio onde os dois moravam em Guarapuava. O pedido para que o pai da advogada ingresse no processo foi atendido nesta quinta-feira (9) pela juíza Paola Gonçalves Mancini, da 2.ª Vara Criminal de Guarapuava. A família também contratou um Escritório Professor René Dotti, de Curitiba, para atuar na assistência de acusação.

Se prevalecer a tese de que houve um homicídio doloso, com intenção de matar, Luis Felipe Manvailler deve ser levado a júri popular. Segundo a denúncia, o marido de Tatiane teve a intenção de cometer o crime ao agredir a esposa diversas vezes e depois jogá-la da sacada do apartamento do casal, no 4.º andar de um prédio. O laudo pericial aponta que Tatiane tinha marcas de esganadura e que teria sofrido uma asfixia.

O marido da advogada é acusado de ter impedido que a esposa se afastasse e ter alterado a cena do crime, tentando limpar vestígios de sangue e levando o corpo de Tatiane para dentro do apartamento depois da queda. A defesa de Manvailer vem afirmando que aguarda o resultado de exames periciais e a realização de uma reconstituição do crime com a participação do acusado. Os advogados dizem que qualquer posicionamento sobre o caso antes da conclusão da apuração trata de hipóteses especulativas. Manvailer está preso na Penitenciária Industrial de Guarapuava.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*