Pão pode ficar mais caro depois do inverno

O preço do pãozinho nosso de cada dia pode subir logo após o inverno. Dados sobre a safra de trigo, divulgados nesta semana pelo Departamento de Economia Rural, apontam que a área de produção terá uma queda de 26% neste inverno, uma das menores desde os anos 70. De acordo com o diretor do Deral, Francisco Simioni, esta diminuição das lavouras do cereal é uma forma de protesto dos produtores. Só para se ter uma ideia, no inverno do ano passado foram plantados mais de um milhão de hectares. Neste ano, serão apenas cerca de 800 mil. Se não bastasse a queda na produção interna, o trigo brasileiro ainda concorre fortemente com o de outros países, que possuem uma melhor qualidade para se fazer pão. Os países mais concorrentes do Brasil são a Argentina e o Uruguai, que produzem um trigo mais especial. Por aqui, há ainda a dificuldade de se prever como será o clima durante a temporada de inverno. Segundo os serviços meteorológicos, o inverno deste ano não terá grandes fenômenos, como os conhecidos El Niño ou La Niña. No entanto, fortes geadas estão previstas, o que pode impactar diretamente na produção do trigo.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*