Paralisação dos funcionários do Poder Judiciário do Paraná termina hoje

Foto: divulgação/Sindijus-PR

Foto: divulgação/Sindijus-PR

Termina hoje (quarta) à noite a paralisação dos funcionários do Poder Judiciário do Paraná. De acordo com o sindicato da categoria, os mais de 2.500 funcionários que estavam em greve voltam ao trabalho amanhã a partir do meio-dia, quando começa o expediente do judiciário. Ontem (terça), os servidores decidiram estender a paralisação por mais 24 horas para se juntar aos atos de greve dos professores da rede pública, que já duram 17 dias. O presidente do Sindijus, sindicato que representa os servidores do Judiciário, José Roberto Pereira, diz que, mesmo de volta ao trabalho, a categoria segue acompanhando os passos do Executivo com relação às medidas de austeridade

Além do pacote do governo, a categoria protestou contra a possibilidade de fusão dos recursos da Paraná Previdência com o fundo financeiro do estado. Os servidores também questionam o pedido dos magistrados do Tribunal de Justiça para receber o auxílio-moradia retroativo ao ano de 2009. Ao todo, são cerca de sete mil servidores do Poder Judiciário no estado e pelo menos 3.600 deles são sindicalizados. A paralisação de ontem (terça) teve adesão de funcionários de várias cidades além da capital. Entre elas Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Colombo, na região metropolitana. De acordo com informações do Tribunal de Justiça, nenhum dos serviços foi afetado pela paralisação. Já o sindicato informou que apenas os serviços essenciais como o atendimento a advogados, as audiências com réu preso ou relacionadas a pensão alimentícia, a agenda do Tribunal do Júri e medidas cautelares e liminares foram mantidos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*