Paraná é o quarto estado que mais gerou empregos nos últimos 12 meses

Com mais de 112 mil vagas criadas, o estado está atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O setor que mais registrou crescimento foi o de Serviços, com cerca de 50 mil novas vagas nesse período. Em seguida vem o Comércio, com 32 mil empregos criados. O único setor que apresentou uma variação negativa foi o de agropecuária, com 314 vagas a menos, seguindo a tendência nacional, que também apresentou índices negativos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged do Ministério do Trabalho e Emprego, que foi divulgado hoje (segunda). O secretário estadual do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, garante que há empregos de sobra. Ele conta que há mais de 6000 vagas disponíveis na Agência do Trabalhador para os principais setores econômicos, como Serviços, Comércio e Construção Civil.

O secretário faz um alerta sobre o mercado de trabalho e admite que poderemos ter uma nova onda de greves no segundo semestre deste ano.

No país em uma análise geral, houve queda de quase 26% na geração de empregos de janeiro a junho deste ano, se comparado com o ano passado. O fraco avanço da economia brasileira e também a crise internacional são apontados como fatores responsáveis por essa queda.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*