Paraná recebe propostas para estudos sobre a nova ferrovia

Foto: Divulgação/ SEPL

Dezoito empresas enviaram propostas ao Governo do Estado para fazer estudos de engenharia para a construção da nova ferrovia que ligará Dourados, no Mato Grosso do Sul, ao complexo portuário do Litoral do Paraná. O valor aproximado do estudo é de R$ 25 milhões e o custo estimado de construção da linha é de R$ 10 bilhões. A nova ferrovia terá cerca de 1.000 quilômetros de extensão.

As empresas estão reunidas em seis consórcios nacionais e internacionais. O Governo do Paraná terá, a partir de agora, aproximadamente 30 dias para avaliar propostas e selecionar os consórcios que estarão autorizados a realizarem o estudo. O procedimento de manifestação de interesse para a execução do projeto foi lançado no final de novembro.

A obra da nova ferrovia está dividida em dois trechos. O primeiro tem 400 quilômetros e liga o litoral do Paraná a Guarapuava. O segundo, com aproximadamente 600 quilômetros, vai de Guarapuava até Dourados, passando por Guaíra, e conta com a implantação de 350 quilômetros de linha nova, além da reabilitação do trecho já existente entre Guarapuava e Cascavel. Atualmente apenas 20% da mercadoria que chega ao Porto de Paranaguá é transportada por via férrea.

Foto: Divulgação SEIL

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*