Paraná registra 453 denúncias de violência contra idosos somente neste ano

Foto: Divulgação

A Secretaria de Segurança Publica do Paraná divulgou o número que mostra que, de janeiro a junho deste ano, o Paraná registrou 453 denúncias de violência contra idosos, pelos portais de denúncia do governo. Um balanço da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba registrou 397 casos de agressão contra o idoso no ano passado.

Cerca de 75 % das ocorrência de agressão aconteceram no ambiente familiar. Além das agressões físicas, a negligência, isto é, falta de atenção e cuidados, foi registrada em quase 80% dos casos envolvendo idosos acima dos 85 anos. Ontem (quinta), dia 15 de junho, foi comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. A data chama a atenção para a violência física, psicológica e também a falta de acessibilidade para idosos em todo o mundo.

Uma das principais preocupações lembradas no dia é o envelhecimento da população mundial e a falta de preparo que a população e cidades têm com as pessoas mais velhas. A deputada federal do Paraná Leandre Dal Ponte, do Partido Verde, disse que a realidade no estado é um pouco melhor do que em outras partes do país, mas que a situação dos idosos ainda é crítica, principalmente na questão da sociabilidade.

A deputada é autora de projetos que criaram a Comissão de Direitos da Pessoa Idosa, além da Secretaria e o Cadastro Nacional da Pessoa Idosa. As ações, no entanto, não são o suficiente para erradicar a violência e a falta de acessibilidade com os idosos. Leandre diz que o mais importante é o entendimento da população e do poder público que a expectativa é de que existam cada vez mais idosos no mundo.

As recomendações do Ministério da Saúde é de que todas as pessoas estejam preparadas para envelhecer com saúde, praticando atividades físicas, culturais e de sociabilização. Problemas de segurança e acessibilidade em Curitiba devem ser relatados para as centrais do 156, da Prefeitura, e do 190, da Polícia Militar, ou pelo Disk Denúncia 181.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*