Paraná tem 12 pré-candidatos ao Senado

Com a confirmação da advogada Mirian Gonçalves, ex-vice-prefeita de Curitiba, como pré-candidata a uma das duas vagas paranaenses no Senado neste ano, o Estado tem, por enquanto, 12 nomes no páreo. Em carta publicada na internet, Mirian cita que a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, optou por não tentar a reeleição. Gleisi será candidata à deputada federal.

A ex-vice-prefeita ressaltou, porém, que a indicação efetiva dos candidatos só ocorre nas convenções partidárias, que neste ano ocorrem entre o fim de julho e início de agosto.

Os outros pré-candidatos ao Senado no Paraná são o ex-governador Beto Richa (PSDB), a deputada federal Christiane Yared (PR), o deputado federal Fernando Francischini (PSL), o deputado estadual Ney Leprevost (PSD), o ex-senador Flavio Arns (Rede), o servidor público Rodrigo Tomazini (PSOL), a socióloga Jacqueline Parmigiani (PSOL), o deputado federal Alex Canziani (PTB), o deputado federal Hidekazu Takayama (PSC), o ex-presidente do Grupo Positivo Oriovisto Guimarães (PODE), e o ex-vereador de Santa Cruz do Monte Castelo José Maria Boni (PRTB).

O senador Roberto Requião (MDB) também afirma que pode concorrer à reeleição, embora já tenha se colocado como pré-candidato ao governo do Paraná e atualmente à presidência da República.  O senador Álvaro Dias (PODE) é pré-candidato à presidência.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*