Paraná tem queda de 55% em mortes no Carnaval em rodovias federais

Foto: divulgação / PRF

O Paraná teve queda de 55% no total de mortes registradas no Carnaval deste ano em relação ao feriado de 2017 em rodovias federais. Ao longo de seis dias de Operação Carnaval, entre a última sexta-feira (9) e ontem (quarta), nove pessoas morreram, de acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (15) pela Polícia Rodoviária Federal.

No mesmo período do ano passado, a PRF havia registrado 20 mortes. No Carnaval deste ano, 169 pessoas ficaram feridas, total 14% menor que o do ano anterior (196). Os policiais rodoviários federais atenderam 198 acidentes.

Entre as principais causas dos acidentes que resultaram em mortes no Carnaval deste ano estão excesso de velocidade e desatenção. Três das nove pessoas que morreram eram pedestres. Sete mortes ocorreram em trechos de reta. Seis, em pista dupla. Cinco, em situação de pista seca. As nove mortes foram registradas pela PRF em nove acidentes diferentes. Além dos três atropelamentos, os demais acidentes com mortes foram duas colisões traseiras, dois capotamentos, uma colisão frontal e uma saída de pista.

Durante a operação, a PRF flagrou 106 motoristas sob efeito de bebidas alcoólicas, 637 manobras proibidas de ultrapassagem e 7.270 veículos acima da velocidade máxima permitida. Na tarde de terça-feira (13), a PRF flagrou um carro a 192 km/h na BR-163, em Terra Roxa, região oeste do Paraná.

No local, um trecho de pista simples, o limite máximo é 100 km/h. Ontem (14) de manhã, outro carro teve a placa capturada a uma velocidade de 147 km/ em um ponto da BR-373 onde o limite é 60 km/h, em Ponta Grossa (PR). Em 43 abordagens, os agentes da PRF constataram que crianças eram transportadas sem cadeirinha, assento de elevação ou bebê-conforto.

No total, 328 veículos foram recolhidos, por diferentes irregularidades. A PRF apreendeu ainda, durante a Operação Carnaval, 301 quilos de maconha, 52 quilos de crack, 29 quilos de cocaína, oito armas de fogo e 1.150 munições.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*