Parolin é o bairro que mais tem mortes violentas na capital

O bairro Parolin é o mais perigoso de Curitiba na relação entre número de mortes violentas e moradores. Na proporção o bairro tem um número 63% maior do que a Cidade Industrial de Curitiba, onde aconteceram 30 mortes em 2012. Considerando o número de homicídios e a população do bairro aconteceu uma morte para cada grupo de 1444 moradores. Na Cidade Industrial de Curitiba aconteceram 30 mortes, é o maior número da Capital, porém na proporção é uma morte para cada 4000 moradores, uma diferença de 63% a menos em relação ao Parolin. Utilizando esta relação, entre número de mortes e moradores o Parolin vem em primeiro lugar, seguido do Tatuquara, CIC e Cajuru. Para o secretário de Planejamento de Curitiba, Carlos Homero Giacomini, o critério para escolha é o número de mortes, porém dados técnicos das UPS devem ser divulgados em breve.

Para o sociólogo e coordenador do centro de estudo de segurança pública da Universidade Federal do Paraná, Pedro Bodê, o problema nos bairros vai muito além da segurança pública.

Um morador da região tem essa mesma opinião, relata que o problema está no que gera a violência.

Durante sete dias Policiais Militares e Guardas Municipais ocupam o bairro Parolin. No dia 10 de maio será instalada a segunda Unidade Paraná Seguro.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*