Pedido da defesa de Carli Filho para transferir júri de Curitiba é negado pela Justiça

(Foto: Reprodução)

A defesa do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho teve o pedido de transferência do júri popular negado nesta terça-feira(30) pela Justiça. A decisão em manter o julgamento em Curitiba foi do desembargador Naor de Macedo Neto.

No pedido, os advogados alegaram que a ampla divulgação do caso na imprensa poderia comprometer a imparcialidade dos jurados, atrair o interesse da população e consequentemente intranquilidade na comunidade local. Argumentações que não convenceram o desembargador.

Segundo Naor, “a defesa teria usado de suposições , já que não há nenhum fato concreto  que coloque em dúvida a isenção dos jurados”. E que, Curitiba conta com multiplicidade de pessoas capacitadas à função de jurado.

O desembargador negou o pedido por considerar que não existem razões para transferir o Júri popular da Comarca de Curitiba. Carli Filho é acusado de dirigir embriagado, em alta velocidade e provocar a morte de dois jovens em um acidente de trânsito ocorrido em 2009. O júri popular está marcado para os dias 27 e 28 de fevereiro.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*