Pela primeira vez, Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil do Paraná tem uma operadora aerotática

A equipe do Grupamento de Operações Aéreas (Goa) da Polícia Civil do Paraná tem, pela primeira vez, uma mulher na equipe. A investigadora Bruna Roberta Mayer, de 33 anos, é a primeira mulher a integrar uma equipe de operações aéreas no Estado. Bruna foi também a única mulher aprovada no XI Curso de Operadores Aerotáticos (COA) realizado no Maranhão. Na Polícia Civil desde 2009, Bruna também foi Policial Militar, por três anos. Agora, realiza um novo sonho.

A policial está em estágio probatório e por enquanto vai sobrevoar com a aeronave do Goa sob supervisão de outro operador aerotático. A partir de fevereiro ela assume o cargo de operadora aerotática definitivamente. A investigadora passou por um teste de aptidão física rigoroso, realizado por meio de uma parceria entre o GOA e Escola Superior de Polícia Civil (ESPC). Eram 90 candidatos de todo o país e 25 foram selecionados. Ela foi a única paranaense aprovada e indicada para a participar do treinamento na unidade de referência nacional do Curso de Operadores Aerotáticos. Dos 25, 13 se formaram. Bruna ficou em sétimo lugar e recebeu uma homenagem das autoridades locais. Ela conta que recebeu muito apoio dos colegas.

No treinamento que durou dois meses, ela teve uma rotina intensa de simulações de operações aéreas de salvamento e resgate policial, na mata. Decidiu raspar os cabelos para facilitar as atividades e não correr risco de enroscar os fios longos em algum equipamento. Para ela, entrar para o grupamento é uma forma de mostrar a força feminina e inspirar outras mulheres a seguirem seus sonhos.

O Grupamento de Operações Aéreas (Goa) foi criado em 2016 e integra a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Paraná. A unidade começou a atuar com um helicóptero apreendido de criminosos e que foi cedido pela Justiça para a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária. Agora, a aeronave é usada em ações de segurança.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*