Pelo menos 80 mil alunos ficam sem aula na rede estadual

Cerca de 80 mil alunos ficaram sem aula hoje por causa do protesto dos professores da rede estadual de ensino. Aproximadamente 80% dos profissionais aderiu a uma paralisação para cobrar a aplicação integral da Lei do Piso. Até o início da tarde, diversos manifestantes ficaram em frente ao Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, aguardando o fim da reunião com o governo do estado. No encontro, ficou acordado um reajuste de quase 20% nos salários dos professores da rede estadual. Com isso, os valores a serem pagos para os profissionais vão passar de R$ 1.150,00 para 1.460,00 reais, um pouco mais do que hoje é aplicado nacionalmente. O diretor estadual de imprensa do sindicato que representa a categoria, Luiz Carlos Paixão, explica que as reivindicações não acabaram. Agora os professores pedem que o reajuste seja retroativo à janeiro e também querem mais tempo para as chamadas hora-aula. Atualmente o tempo dedicado para atividades extra-classe é de 20%. Funcionários da rede estadual também participaram da paralisação para pedir melhores salários.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*