Pensionistas portadores de hanseníase terão que se recadastrar

Portadores de hanseníase que recebem pensão por estar incapacitados de trabalhar terão de se recadastrar na Secretaria de Estado da Saúde. O período previsto é de 2 de julho a 31 de agosto. Para o recadastramento, o beneficiário deve comparecer a uma unidade de saúde, com cópias da carteira de identidade emitida no Paraná, CPF, comprovante de residência e um documento do INSS em papel timbrado e contendo a assinatura do técnico previdenciário responsável. Atualmente, 1.938 pensionistas estão cadastrados. O não comparecimento neste período acarretará no bloqueio do pagamento a partir de outubro. Para desbloquear o pagamento é necessário se apresentar para o recadastramento até 31 de dezembro. A pensão está prevista por lei estadual, que concede um benefício mensal no valor de um salário mínimo ao trabalhador que, por conta das lesões físicas está incapacitado de trabalhar. Em caso de morte, o benefício é transferido para as viúvas ou para os filhos adolescentes ou incapazes.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*