“Penso, Logo Resisto” está em cartaz neste final de semana

A solidão em Curitiba é o tema central do monólogo “Penso, Logo Resisto”, interpretado e escrito por José Plínio Taques, que está em cartaz neste final de semana. O texto trata do isolamento das pessoas com muito bom humor e fala que os curitibanos tem preferido se comunicar pela internet a ter que encarar alguém olho no olho.  José Plínio Taques nega que a peça seja autobiográfica, mas confessa que se sente incomodado com o excesso de relações pelo meio virtual.  Entre as histórias que estão no monólogo está a da escritora paranaense Helena Colody. Poemas inéditos são lidos no palco. O curioso é que José Plínio Taques embora faça várias críticas ao uso descontrolado do Facebook se rendeu recentemente à rede social. A peça “Penso, Logo Resisto” está em cartaz neste final de semana, sempre às nove da noite, no Teatro Laila Scheider, que fica na Rua Treze de Maio, número 629, no Centro. Os ingressos custam 20 reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*