PM ficará no Edifício Asa para liberar tráfego de pessoas no local

A polícia Militar vai permanecer durante todo o dia em frente ao edifício Asa, na Praça Osório, no centro de Curitiba, para garantir a entrada de moradores e trabalhadores no prédio. Hoje de manhã, porteiros, serventes e zeladores que estão em greve, impediram a entrada das pessoas no edifício. O advogado Anderson de Oliveira conta que os grevistas bloquearam os elevadores e as escadas e ele não conseguia chegar até o décimo quinto andar para trabalhar.

O tenente do décimo segundo batalhão da PM, Lucas Marquetti, explica que os manifestantes liberaram a passagem de todas as pessoas no edifício, mas continuam os protestos em frente ao prédio.

Amanhã, a greve dos porteiros, serventes e zeladores completa três semanas. Os trabalhadores reivindicam um reajuste salarial de 15%.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*