Polícia divulga retrato falado de assassino de idosa no Ahú

A empregada doméstica, Helena da Silva Santos, de 45 anos, confessou ter facilitado o crime. Um rápido trabalho dos policiais da Delegacia de Furtos e Roubos prendeu o sobrinho da empregada, Daniel Santos da Silva, de 18 anos, e apreendeu um adolescente que é amigo dele, suspeitos de ter participação no latrocínio. O marido da empregada, Marcelo Pereira dos Santos, é foragido da justiça. Ele já é procurado pela Polícia de São Paulo por um estupro e um roubo. Contradições entre o depoimento da empregada e o relato de testemunhas levaram às prisões que aconteceram em Colombo no final da noite de ontem. Os criminosos vieram no mesmo ônibus que a empregada. Helena ficou livre no primeiro piso da casa, porém não fugiu e nem chamou socorro. A empregada não deu características dos criminosos. A empregada trabalhou na casa da filha da vítima, que também foi assaltada da mesma maneira. Segundo o delegado Rodrigo Brown as investigações continuam, porém o motivo do assassinato pode ser considerado banal.

Yara Reis Dalledone, de 77 anos, foi assassinada na manhã de ontem no bairro Ahú. Um trio armado invadiu a casa quando a empregada chegava. A senhora estava no quarto e foi assassinada com um tiro na boca. A vítima é viúva de João Dalledone, que foi engenheiro da Prefeitura de Curitiba por muitos anos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*