Polícia Federal apresenta resultado da Operação Parati

A Polícia Federal apresentou nesta tarde (terça) as apreensões da Operação Parati, contra a pesca predatória da Tainha em Paranaguá, no litoral do estado. 89 quilômetros de redes de pesca, cinco embarcações e 16 toneladas de peixes foram recolhidas pela Polícia Federal, em uma ação conjunta com o Ibama, Capitania dos Portos e Polícia Ambiental. O levantamento dos barcos que operavam irregularmente foi feito por satélite e começou no último sábado. A lei permite que cada um deles tenha uma rede de no máximo 2 quilômetros e meio, no entanto com cada embarcação, foi encontrada uma rede de 20 quilômetros, ou seja, 10 vezes mais do que o permitido. Para o delegado da PF, Gabriel Pucci (lê-se Puti), o fato mais importante da operação foi a prevenção de pescas ilegais.

Os pescadores e proprietários dos barcos foram autuados e liberados. A Operação de fiscalização no litoral paranaense deve continuar ao longo dos próximos dias.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*