Policiais fizeram varredura na carceragem da Delegacia de Sarandi ontem

Policiais civis e militares realizaram ontem uma ‘varredura’ na carceragem da Delegacia de Sarandi, na Região Metropolitana de Maringá. Durante a ação, foram ouvidos pelo menos seis tiros de escopetas de munição no interior da delegacia. Segundo o investigador Carlos de Oliveira, os disparos foram feitos para conter os presos e nenhum deles chegou a ser atingido. Foram apreendidos oito celulares, seis estoques, 34 gramas de maconha e seis gramas de cocaína.

Doze homens da Tropa de Choque e do Canil participaram da operação. Todas as celas do setor de convívio foram vistoriadas pelos investigadores da Civil. A função da PM foi apenas fazer a contenção dos detentos no pátio externo da delegacia enquanto os investigadores e carcereiros realizavam a varredura.

A ala feminina, onde estão 11 mulheres, não passou pela revista. A cadeia de Sarandi tem capacidade para 60 detentos, mas atualmente abriga 157 presos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*