Por falta de água, pacientes da UPA Fazendinha ficam sem banho e funcionários tiveram que buscar água fora da unidade

Foto: Jornal Fazendinha

Foto: Jornal Fazendinha

Pacientes internados ou que procuraram a Unidade de Pronto Atendimento 24 horas do bairro Fazendinha nesta segunda-feira (15) enfrentam diversos transtornos. A UPA ficou sem água das 8h às 15h. Mas alguns relatos dão conta de que a unidade teria começado a enfrentar problemas de abastecimento às 3h. Com a falta d´água, pacientes internados, incluindo crianças, ficaram sem banho. Os funcionários também tiveram que buscar água fora da unidade para fornecer medicamentos. A UPA mantém cerca 30 pacientes em leitos do setor de internação pediátrica e adulta, das salas de emergência e de observação.

Em média, a unidade faz 350 atendimentos por dia. As pessoas que procuraram consultas médicas não tiveram como usar os banheiros, que ficaram sujos, sem condições de funcionamento adequado. A espera era de aproximadamente uma hora e meia. Mesmo assim, a UPA permaneceu aberta para receber novos pacientes. Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que o motivo do desabastecimento foram problemas na bomba d’água. O equipamento, segundo o Município, foi consertado e a unidade recebeu água de um caminhão pipa. De acordo com a nota, os problemas foram contornados com a água disponível em um anexo que fica na parte externa da unidade. Segundo a Prefeitura, possíveis demoras no atendimento na UPA Fazendinha foram decorrentes de uma grande procura nesta segunda-feira (15), o que fez com que a espera fosse maior para pacientes não urgentes. Os pacientes com urgência médica têm prioridade e não aguardam na fila. Segundo a Prefeitura, a equipe estava completa, com 10 médicos atendendo.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*