Porteiros fazem audiência para tentar acordo

Está marcada para a quinta-feira uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho para tentar um acordo entre os porteiros, serventes e zeladores, e o sindicato patronal. Os trabalhadores entraram na Justiça para conseguir um aumento nos salários depois de ficarem em greve por três semanas. A categoria pede 15% de reajuste, mas os patrões afirmam que não é possível oferecer esse valor. O presidente do sindicato que representa os trabalhadores em condomínio, Hélio Rodrigues da Silva, afirma que a greve e as manifestações podem voltar caso não seja apresentada uma nova proposta.

Atualmente, o piso de um porteiro é de 681 reais, o de um zelador é de 785 reais e de um servente 617 reais. Com o reajuste pedido pelos trabalhadores, os porteiros passariam a ganhar 780 reais, os zeladores 902 reais e os serventes 710 reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*