PR pode ser obrigado a custear despesas médicas de idosa

Uma idosa que tem câncer pode receber do Estado todos os medicamentos de que necessita para tratamento da doença. O Ministério Público do Paraná entrou com uma ação para que o remédio seja entregue de graça para ela. A idosa, que é de Ponta Grossa, precisa de anestésicos, mas o produto não é fornecido pelo SUS – Sistema Único de Saúde. O MP estabelece um prazo de cinco dias para repasse do medicamento. Caso esse tempo não seja respeitado, o estado teria que pagar uma multa diária de R$ 10 mil reais para o Fundo Municipal de Saúde de Ponta Grossa.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*