Prefeito de Brasilândia do Sul é acusado de improbidade administrativa

A Promotoria de Justiça de Alto Piquiri, no noroeste do Paraná, ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Brasilândia do Sul, José Aparecido Mandotti (PP), quatro advogados e um escritório de advocacia do município. O Ministério Público contesta o processo de licitação, feito pela prefeitura, para a contratação dos serviços de um escritório de advocacia. A Promotoria sustenta que os serviços jurídicos deveriam ser prestados por servidores e não por um escritório privado, e pede à Justiça a devolução do valor gasto com a contratação dos advogados.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*