Primeiro dia de novo ligeirão provoca transtornos; prefeitura promete solução em até dez dias

Foto: Daniel Castellano/SMCS

O primeiro dia de funcionamento do ligeirão Santa Cândida-Praça do Japão provocou atrasos e filas no transporte público coletivo em vários pontos da cidade.

No entanto, a prefeitura garante que o sistema está em fase de adaptação e os problemas devem ser solucionados em até dez dias. O policial militar Marco Aurélio Bond relata como estava a situação no terminal do Capão Raso, pela manhã.

Dentro do ônibus, o prefeito Rafael Greca percorreu o trajeto inaugural e reconheceu alguns transtornos, mas pediu paciência.

Para operar a linha, 25 novos biarticulados foram entregues à prefeitura. Os veículos incluem novidades como aumento da capacidade para 270 passageiros, 20 a mais do que no modelo anterior. Em dias úteis, o tempo de intervalo entre as saídas dos ônibus da linha, de acordo com a Urbs, deve variar de três minutos, em horário de pico, a 15 minutos, em horários de menor movimento.

Nesta manhã (28), um dos novos ônibus deixou de funcionar, assim que parou ao lado da estação tubo Bento Viana, e provocou um congestionamento de biarticulados na canaleta. A nova linha deve atender a cerca de 36 mil passageiros por dia. Até que os transtornos sejam solucionados, o usuário do transporte público vai precisar de um pouco mais de calma. É o que explica o gestor de Operações no Transporte Público de Curitiba, Ismael Bagatin.

Para que os ônibus possam fazer o retorno, a prefeitura fez alterações na Praça do Japão. As mudanças desagradaram alguns moradores da região, que acionaram a Justiça para tentar barrar a obra. O Ministério Público pediu a suspensão dos trabalhos.

No entanto, a decisão judicial foi pela conclusão da obra, já que o prejuízo seria ainda maior se o procedimento não fosse finalizado.

Foto: Daniel Castellano/SMCS

(Foto: Ricardo Pereira/BandNews FM Curitiba)

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*