Primeiro homicídio é registrado depois da UPS no Parolin

Uma pessoa foi assassinada na área da Unidade Paraná Seguro do Parolin. É o primeiro caso de homicídio no bairro desde a instalação da UPS. O crime aconteceu na Rua Eugênio Parolin. A vítima, que tinha 30 anos, foi morta a tiros na noite de ontem (quarta). Ele já tem passagens por roubo, assalto à mão armada e receptação e estava em liberdade a pouco mais de um mês. O delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios, relata que este crime pode fugir do convencional.

Desde o começo de maio 30 policiais se revezam nas rondas pelo bairro. Além do Parolin, outras seis unidades foram instaladas na capital: Uberaba, quatro na CIC e uma no Sítio Cercado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*