Procon cria canal para denúncias de preços abusivos de combustíveis

(Foto: divulgação/Procon)

O Procon do Paraná já registrou quase 300 reclamações por preços abusivos de combustíveis. As queixas estão sendo computadas em uma plataforma online lançada pelo órgão nesta sexta-feira (25). A ferramenta foi criada para receber exclusivamente denúncias relacionadas aos valores de combustíveis.

De acordo com a coordenadora do Procon, Claudia Silvano, o consumidor deve exigir a nota fiscal após o abastecimento do veículo e depois anexar o documento no site do Procon para que depois possa ser comprovado o abuso.

A coordenadora do Procon explica que será apurado qual valor foi pago pelo consumidor no momento do abastecimento e, posteriormente, os postos serão notificados para apresentar as notas fiscais da compra do combustível.

Claudia Silvano diz que esse procedimento é necessário para uma posterior instauração de processo administrativo e para investigar de quem é a responsabilidade pelo aumento excessivo.

O Procon continua fazendo fiscalizações para tentar identificar possíveis abusos nos postos de combustíveis. Segundo Claudia Silvano, se confirmado o abuso, o posto poderá ser multado em valores que variam conforme a gravidade da infração e com o porte da empresa.

Além da plataforma de reclamação online, os consumidores ainda podem fazer denúncias pessoalmente ou pelo telefone 0800-411512.

(Foto: divulgação/Procon)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*