Produtores rurais buscam alternativas para proteger plantações do frio e da geada

(Foto: colaboração/Rafael Andrzejewski)

Produtores rurais adotam medidas especiais para que o frio não estrague a lavoura. Com temperaturas abaixo de zero ou muito próximas disso, aquecer as estufas e cobrir as plantas são alguns dos cuidados para que elas sobrevivam e a geada não comprometa a qualidade dos produtos. Rafael Andrezejewski, que produz tomates especiais, passou as últimas noites em claro, aquecendo as estufas onde está o plantio.

A produção de Rafael fica na Lapa, município que registrou a menor temperatura da semana no Paraná, com menos 2,3 graus. Ele cultiva 3 mil pés de tomates “gourmet”: voltado para um público de classe alta, sem nenhum tipo de falha. A produção, feita em vasos, é enviada para Curitiba e região, além de cidades de Santa Catarina e São Paulo. Com a iniciativa, ele conseguiu mudar o ambiente dentro da estufa em mais de 5 graus.

No mundo das hortaliças, o cuidado também é necessário. Com a formação da geada, as folhas podem congelar. Por isso, na Lapinha Orgânicos, algumas plantações estão dentro de estufas e outras recebem uma proteção para não entrar em contato com o gelo. Ralf Brepohl, responsável pela produção, conta como eles cobrem as plantinhas.

Quem cultiva plantações menores tem as mesmas preocupações. O agricultor Cleber Soares de Oliveira produz orgânicos na região metropolitana de Curitiba. Ele veio de Rondônia, no norte do país. Acostumado com as temperaturas altas de lá, aprendeu a cuidar das plantas no frio do sul.

Quem tem hortas e plantinhas em casa também pode adotar alguns cuidados, como cobrir as plantinhas no quintal ou colocar para dentro de casa as que estão em vasos.

(Foto: colaboração/Rafael Andrzejewski)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*