Professores da UFPR participam de audiência pública na ALEP

Os professores da Universidade Federal do Paraná que estão em greve participaram hoje de manhã de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Paraná. Ontem eles rejeitaram uma nova proposta do governo e a greve da categoria já passa dos cem dias. O governo ofereceu três bilhões e novecentos milhões de reais em reajustes para os próximos três anos. Mas a categoria reclama que o aumento só atinge uma pequena parte dos professores. Segundo o presidente da associação dos professores da Universidade Federal do Paraná, Luiz Allan Kunzle, praticamente não houve mudança da primeira proposta do governo para a que foi feita nessa semana.


O governo já tinha oferecido um aumento de 45 por cento para os professores com doutorado e que tem dedicação exclusiva. Para os professores com mestrado, o aumento proposto foi de 27 por cento. Os docentes também reclamam da falta de estruturação da carreira.

57 das 59 universidades federais do país estão em greve. Uma nova reunião deve ser realizada até quarta-feira.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*