Professores de universidades públicas fazem manifestação no centro da cidade

Foto: Felipe Harmata

Pelo menos quatro mil alunos estão sem aula em universidades públicas de Curitiba. Essa é a estimativa parcial dos professores da capital que estão em greve desde o fim do mês passado. Hoje eles fizeram uma caminhada pelo centro da cidade e fecharam a Rua Marechal Deodoro. A manifestação causou muito congestionamento nas principais ruas da cidade. Participaram do ato professores, servidores e alunos da Universidade Federal do Paraná, da Tecnológica Federal do Paraná e do Instituto Federal. Segundo o professor e integrante de um dos sindicatos da categoria, Magno Goulart, vai ser preciso ter reposição de calendário nas férias para cumprir o semestre letivo.

Uma nova proposta de negociação deve ser feita pelo ministério do planejamento na próxima terça-feira.

Pelo menos 50 universidades de todo o país já aderiram a greve que começou no dia 17 de maio. Os servidores técnico-administrativos começaram a paralisação no dia 11 de junho.

Foto: Felipe Harmata

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*