Projeto auxílio-livro para desembargadores e juízes gera polêmica

Um projeto de lei do Tribunal de Justiça do Paraná para conceder um auxílio-livro de três mil reais por ano a juízes e desembargadores tem causado polêmica na Assembleia Legislativa. A proposta prevê que os magistrados podem gastar com livros, softwares e outras publicações para se atualizar e depois pedir reembolso ao poder judiciário. O texto foi enviado para a Assembleia e está na Comissão de Constituição e Justiça. O deputado Caíto Quintana (PMDB) pediu vista do projeto na sessão da CCJ de ontem (terça) e agora ele volta para a pauta da comissão só na semana que vem.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*