Projeto para estimular produção de biogás é aprovado por deputados

Foi aprovado em definitivo ontem (14) na Assembleia Legislativa um projeto de lei que visa estimular a produção de biogás no Paraná. O projeto foi criado pelo Executivo ainda na gestão de Beto Richa, do PSDB, e tramitou sob regime de urgência na Casa.

Após a sanção da governadora Cida Borghetti, do PP, o Executivo poderá adotar medidas de estímulo ao setor, entre elas adicionar um percentual mínimo de biometano ao gás natural na rede canalizada da Compagás.

A medida também permite que o governo compre, através da Copel, energia gerada em biodigestores. O texto é apoiado por entidades de produtores rurais, como a Federação da Agricultura do Estado do Paraná, e por organizações que trabalham com o biogás.

A biodigestão produz energia a partir dos mais diversos rejeitos rurais (como restos de cana-de-açúcar, mandioca, esterco de porco ou de gado, ou até sangue de frigoríficos) e ainda reduz as emissões de carbono.

O potencial brasileiro de produção de biogás atenderia a 44% da demanda atual por diesel, nas contas da Associação Brasileira do Biogás e Biometano. Do potencial, 78% vem do setor sucroenergético e 22% na produção e processamento da proteína animal.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*