Projeto que libera venda de bebidas na Copa de 2014 avança na Alep-PR

O autor do projeto que prevê a proibição de bebidas em estádios de futebol, deputado Leonaldo Paranhos (PSC), vai tentar convencer os deputados a votarem contra as emendas que modificam a proposta. Com as alterações, a redação final do projeto prevê a liberação da comercialização de álcool em eventos esportivos, inclusive durante a Copa de 2014. A proibição valeria apenas para partidas do campeonato estadual. As mudanças foram feitas pelo relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça, o deputado Fernando Scanavacca (PDT) e pelo deputado Nereu Moura (PMDB). Paranhos apresentou um recurso para tentar manter a redação original, mas o pedido foi negado nesta semana na CCJ. O deputado disse que agora vai tentar convencer os deputados a votarem contra as bebidas em estádios, quando o projeto for a plenário.

A proposta ainda precisa passar pela Comissão de Esporte, antes da votação, que deve ocorrer na semana que vem. Na semana passada, a presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei Geral da Copa, que suspende o estatuto do torcedor e com isso permite a venda de álcool em estádios de futebol. No entanto, segundo certas interpretações, com a suspensão da lei federal passam a valer as legislações estaduais. Alguns estados do país possuem leis para proibir a venda de álcool em estádios de futebol.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*