Projeto que obrigava Pai Nosso em escolas é rejeitado por vereadores

O polêmico projeto que poderia obrigar os alunos da rede municipal em Apucarana, no norte do estado, a rezarem o Pai Nosso antes do início das aulas foi rejeitado pelos vereadores. A votação em segunda discussão ocorreu ontem à noite e teve sete votos contra e apenas dois a favor. Na primeira votação, a proposta havia sido aprovada por unanimidade. O autor é o vereador José de Araújo Deco, do PR. Segundo ele, os parlamentares ficaram com medo de aprovar depois que o Ministério Público do Paraná afirmou que o projeto é inconstitucional.

O vereador considera importante a oração e explica que a ideia do projeto não era obrigar as crianças a participarem da reza.

Dados do IBGE apontam que Apucarana tem cerca de cento e vinte mil habitantes e seis mil deles se declaram não cristãos. 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*