Pronto socorro do Hospital Evangélico está fechado

O pronto-socorro do Hospital Evangélico, o maior de Curitiba, está fechado para receber novos pacientes por causa de uma paralisação de funcionários que trabalham no local. Eles cruzaram os braços hoje (quinta) por causa de atraso nos pagamentos. O salário de julho, que deveria ter sido pago no quinto dia útil do mês ainda não foi depositado. Segundo a assessoria de imprensa do Evangélico, o problema é a falta de repasses da Prefeitura de Curitiba. Quando o dinheiro entrar na conta do Evangélico, os funcionários também receberão. O assessor especial de gestão da Prefeitura de Curitiba Matheos Chomatas nega que tenha ocorrido um atraso nos repasses e garante que o depósito do dinheiro já foi feito nesta semana e deve ser compensado nos próximos dias.

O valor depositado não será divulgado. Enquanto a situação não é resolvida, os pacientes são levados para hospitais da Região Metropolitana de Curitiba. Os outros pronto-socorros da cidade estão lotados.

Para tentar resolver esse problema da falta de leitos de UTI e atendimento de pronto-socorro a Prefeitura Curitiba espera entregar em até 40 dias a ampliação do Hospital do Trabalhador. Na semana que vem, o Hospital do Idoso também terá mais 20 leitos de UTI.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*