Protesto de caminhoneiros bloqueia 21 rodovias no Paraná

as-bombas-de-combustivel-em-posto-de-gasolina_21155004O protesto dos caminhoneiros de todo o país provocou o bloqueio de 21 trechos de rodovias no Paraná ao longo de todo o dia de segunda (23). Foram 13 pontos nas estradas federais e outros oito nas estaduais, seguindo o movimento nacional da categoria. Pela primeira vez, o protesto chegou à capital, com o bloqueio da BR-116 pela manhã, no sentido Fazenda Rio Grande. Por lá, o tráfego ficou bastante complicado até a hora do almoço, mas a rodovia não foi totalmente fechada. A pior situação ocorreu no interior do estado, entre o centro, oeste e norte do Paraná. De acordo com o presidente do Sindicato dos Motoristas Autônomos de Cascavel, Jeová Pereira, um dos motivos é a falta de segurança e alojamento na região de fronteira.

Na BR-163, no oeste, o protesto já segue há três dias. No trevo próximo à Foz do Iguaçu, a rodovia chegou a ficar totalmente bloqueada por alguns momentos durante a manhã. Em todas as estradas, apenas os carros de passeio, veículos de emergência e ônibus podem seguir viagem. A reclamação é geral dos caminhoneiros.

Além dos motoristas, as empresas de transporte de cargas também são a favor da pauta de reivindicações. No entanto, contestam a forma como os protestos estão sendo feitos, segundo o presidente da Fetranspar, Sério Malucelli.

As federações das transportadoras se reúnem terça (24), em Salvador, para discutir uma pauta conjunta a ser levada à Brasília. Não há previsão de término das manifestações.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*