Protesto pode fechar Ponte da Amizade

Um protesto contra o impeachment do presidente paraguaio Fernando Lugo pode fechar a Ponte da Amizade, que une o Paraguai ao Brasil. A promessa é que 15 mil pessoas participem dos protestos em todo o País, incluindo vários movimentos sociais paraguaios, entre eles sem-teto, sem-terra, estudantes, sindicalistas e indígenas. O objetivo é reverter a destituição do presidente ou antecipar a próxima eleição no Paraguai. Está previsto o bloqueio de várias estradas importantes do País. A Justiça Eleitoral do Paraguai descarta a possibilidade de antecipar as eleições no País, marcadas para abril do ano que vem. O governo de Federico Franco foi considerado legítimo, depois do processo de impeachment do presidente Fernando Lugo, que foi deposto num processo sumário.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*