Reunião no Tribunal Regional do Trabalho pode encerrar a greve dos instrutores de autoescolas

Representantes de instrutores de autoescolas do Paraná e proprietários de centros de formação de condutores vão se reunir hoje no Tribunal Regional do Trabalho para tentar um acordo e encerrar a greve dos instrutores. A categoria está de braços cruzados desde o dia 21 de junho. Os trabalhadores pedem um reajuste salarial de 30% e o sindicato quer também que os professores que dão aulas de direção de caminhão, carreta e ônibus recebam um adicional pela hora-aula. Por causa da paralisação dos instrutores, centenas de alunos de autoescolas foram prejudicados e não conseguiram realizar os testes dos exames práticos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*