Secretaria de Estado da Saúde define na quinta-feira (08) se a campanha da vacinação contra gripe deve ser ampliada

Reprodução / SESA

A Secretaria de Estado da Saúde deve definir na quinta-feira se a campanha de vacinação contra a gripe será ampliada no Paraná. A partir desta segunda-feira, toda a população de 15 estados mais o Distrito Federal já tem acesso à vacina. Com o fim da campanha de vacinação para os grupos prioritários (idosos, crianças, gestantes, trabalhadores da área da saúde, entre outros), outros grupos terão acesso à imunização até o fim dos estoques nesses estados. A ampliação no Paraná só será feita se o Estado atingir a meta de vacinar 90% do público alvo. A campanha foi prorrogada até a próxima sexta-feira. De acordo com o chefe do Centro Estadual de Epidemiologia, João Luiz Crivellaro, neste momento, o Paraná corre o risco ao ampliar a vacina para todos os moradores e faltar doses para quem realmente precisa.

Segundo Crivellaro, ainda há muita gente que evita tomar a vacina, principalmente por causa da queda no número de casos da doença.

Até sexta, têm direito à imunização crianças de seis meses a quatro anos de idade, idosos acima de 60 anos, gestantes, mulheres em pós-parto (até 45 dias), profissionais da área da saúde, indígenas, professores em atividade e doentes crônicos (mediante prescrição médica).

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*