Secretário tem contas bloqueadas por descumprir ordem para transferência de presos

 

Fotos: Cabo Valdemir da Luz – arquivo

A Vara de Execuções Penais de Maringá, Noroeste do Paraná, determinou o bloqueio de 15 mil reais de contas bancárias do secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita. De acordo com a decisão desta quinta-feira (9), o bloqueio foi determinado após a Secretaria não cumprir uma determinação judicial de transferência de presos.

No dia 24 de outubro, a juíza da Vara de Execuções Penais, Jane dos Santos Ramos, havia determinado que 65 presos da Casa de Custódia de Maringá e da Penitenciária Estadual de Maringá, fossem transferidos para outras unidades do Estado.

A determinação ocorreu para que fosse liberado espaço para receber presos abrigados na 9ª Subdivisão Policial de Maringá, que é uma delegacia, com local provisório para manter os detentos. De acordo com a Polícia Civil, no local, as alas masculina e feminina, juntas, foram preparadas para abrigar 28 presos. Ontem (quinta-feira), a delegacia estava com 111 pessoas nas celas.

Em nota, a Sesp informou que o secretário Wagner Mesquita não foi notificado oficialmente da decisão que bloqueou os 15 mil reais da conta bancária dele e que está tomando as medidas cabíveis.

O Paraná tem atualmente cerca de 10 mil presos em delegacias em espaços projetados para receber no máximo quatro mil detentos. Somente neste ano, segundo a Associação dos Delegados de Polícia, quase mil criminosos fugiram de delegacias no Estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*