Sem leitos disponíveis, Maternidade do Hospital de Clínicas de Curitiba está temporariamente fechada

hcccc

Sem leitos disponíveis, a Maternidade do Hospital de Clínicas de Curitiba está temporariamente fechada para novos atendimentos. A decisão foi tomada nesta quinta-feira, 4, pela direção da instituição, que é vinculada à Universidade Federal do Paraná. O problema se deve à superlotação tanto do alojamento conjunto, onde ficam mães e bebês logo após o parto, como também da UTI Neonatal e do setor de Ginecologia e Obstetrícia.

Ao todo, são 69 leitos na Maternidade do HC. Desses, 18 pertencem à Ginecologia e Obstetrícia e 21 ao alojamento. A Superintendente do HC, Claudete Regiane, explica que a UTI Neonatal conta com 30 leitos e está com a situação mais delicada, já que está lotada com 33 recém-nascidos internados, a maioria em estado grave.

A situação deve se manter enquanto os leitos estiverem todos ocupados, por medida de segurança. A normalização do serviço vai depender das altas médicas dos pacientes já internados. No entanto, não há uma previsão de quanto tempo isso pode levar. O trabalho de controle dos leitos é feito em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde.

A Superintendente ressalta ainda que os atendimentos de emergência não sofreram alterações. Os casos mais simples são acolhidos e tratados no pronto-atendimento, sendo liberados em seguida, enquanto as pessoas que precisam de internamento são encaminhadas a outros hospitais via Central de Leitos.

A Secretaria Estadual de Saúde também foi avisada do problema e está encaminhando os pacientes diretamente a outros estabelecimentos de saúde que prestem esse tipo de atendimento.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*