Servidores da UEL podem entrar em greve no dia 16

Servidores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) podem entrar em greve nos próximos dias. Os servidores querem a reformulação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e reclamam da falta de comprometimento e descaso do governo do Estado com a categoria. De acordo com o diretor financeiro do Sindicato dos Servidores Públicos Técnico Administrativos da UEL, Arnaldo Melo, se não houver um acordo em dez dias, a categoria deverá apelar para movimentos mais contundentes – que pode chegar até a paralisação total das atividades.

O Plano de Cargos, Carreiras e Salários está sendo discutido desde 2010, quando o antigo plano foi vetado pela Justiça.

Uma das preocupações é com o Hospital Universitário.

O indicativo de greve está marcado para o dia 16. Atualmente, são 3.700 servidores técnicos administrativos na UEL.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*