Sessenta e nove resgastes de banhistas foram feitos durante o Carnaval

Foto: Comunicação Social do Corpo de Bombeiros

Mais de mil e cem salvamentos foram feitos durante a temporada de verão nas praias paranaenses. Seis pessoas morreram ao se afogar no mar. Só no último fim de semana de Carnaval, foram feitos 69 resgastes. Até agora, 68 mil orientações foram feitas aos veranistas. As principais ocorrências são relacionadas a banho em local proibido, queimaduras por água-viva e crianças perdidas. Segundo a capitã do Corpo de Bombeiros, Rafaela Biopalevi, o veranista deve procurar todas as informações de segurança antes de entrar na água.

No fim de semana um homem de 62 anos morreu depois de cair no mar quando estava prestes a fazer a travessia Caiobá – Guaratuba pelo ferryboat. Ele estava a pé. O incidente foi na madrugada de sábado (10). O homem estava acompanhado da família. Segundo depoimentos de parentes, ele desceu do carro e disse que entraria na embarcação a pé. No entanto, o homem não foi mais visto. A suspeita é de que ele tenha caído no mar por volta das 2h30 da manhã. A capitã orienta que a atenção deve ser redobrada durante a travessia.

Em relação a queimaduras por água-viva, os bombeiros registraram mil e 181 casos, número bem menor que a temporada passada.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*