Situação quer barrar investigação de desvio de verbas para segurança

A bancada de situação na Assembleia Legislativa do Paraná quer barrar a abertura de uma comissão especial para investigar o desvio de 27 milhões de reais de verbas públicas para segurança. O deputado Tadeu Veneri (PT) propôs a abertura da comissão, mas ainda não conseguiu o apoio da maioria dos deputados. Eles iriam investigar irregularidades na destinação de verbas do Fundo Rotativo da Polícia. Durante pelo menos oito anos, delegacias e unidades da polícia civil que estão desativadas continuaram recebendo verbas do governo. Para o líder do governo no legislativo, deputado Ademar Traiano, a Assembleia não deve investigar o caso porque ele já é apurado pelo Ministério Público, pela corregedoria da polícia e a procuradoria do estado. Traiano diz que o orçamento do Paraná é muito grande não há como fiscalizar a aplicação de todos os recursos.

O deputado Tadeu Veneri, do PT, discorda. Para ele, este é um bom momento para investigar o caso.

O petista pretende conseguir o apoio dos deputados para pedir a abertura da comissão especial, a CEI, nos próximo dias. Um grupo de sete deputados investigaria o caso durante dois meses.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*