Startup curitibana incentiva meninas a atuar na área de tecnologia

Foto: Ricardo Franzen/EBANX

Buscando apresentar mais uma oportunidade de carreira para meninas, a start up curitibana EBANX ofereceu, no mês passado, aulas de programação para meninas de 15 a 18 anos. Cada uma das duas turmas passou dois fins de semana, na sede da startup, no Centro de Curitiba aprendendo a história da programação e algumas das diferentes linguagens usadas pela área, algumas delas foram C, Python /paiton/, Kotlin /cótlin/, HTML e CSS.

A iniciativa é uma parceria da empresa de soluções de pagamento com uma ONG norte-americana que atua na capacitação por meio do método aprender-fazendo. Nayana Rogal é coordenadora de Cultura do Ebanx e explica que o objetivo das aulas foi apresentar uma nova opção de carreira para as meninas que participaram do projeto, por meio da imersão no mundo da programação.

Segundo dados do Censo de Ensino Superior do MEC, entre 2000 e 2013, enquanto o número de concluintes homens cresceu 98% em número de concluintes, enquanto o de mulheres decresceu 8%. Uma das professoras dos cursos foi Aline Borges. Ela também é desenvolvedora da startup e explica que além do objetivo de ensinar, essa foi uma das oportunidades inserir mulheres em uma área que é tão masculinizada.

Como projeto final do curso, as meninas fizeram seu próprio site com todas as ferramentas que aprenderam nos dois fins de semana. Daiane Sanches foi uma das meninas que participou do programa e diz que além de ter aprendido a usar tantas ferramentas, viu ali uma oportunidade de carreira a ser seguida.

Toda programação não teve custo para quem participou. O EBANX ainda está analisando os resultados para saber se vai fazer outras edições do curso.

Foto: Ricardo Franzen/EBANX

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*