Surfistas poderão levar pranchas em ônibus

Empresas de ônibus com linhas no litoral do Paraná podem ser obrigadas a ter locais especiais para o transporte de pranchas. Um projeto de lei que trata do assunto foi protocolado ontem na Assembleia Legislativa do Paraná. Pelo projeto, as empresas seriam obrigadas a adaptar 10% da frota para o transporte de pranchas. O texto é de autoria dos deputados Raska Rodrigues (PV), Pastor Edson Prakzyc (PRB) e Fábio Camargo (PTB). A obrigatoriedade beneficiaria praticantes de surf, bodyboarding, long-board, e stand-up surf. O deputado Rasca Rodrigues avalia que quem precisa transportar uma prancha encontra dificuldades e a questão poderia ser resolvida facilmente.

O presidente da Federação Paranaense de Bodyboarding, Stéfano Triska, explica que os atletas são obrigados a improvisar para ir de uma praia a outra. Em média, um torneio de surf, bodyboarding, long-board ou stand-up surf é realizado por mês no litoral do Paraná.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*