Suspeito de matar jovem que teve o corpo recolhido após 14 horas é preso

O suspeito de matar o jovem que levou mais de 14 horas para ter o corpo recolhido pelo Instituto Médico Legal foi preso nessa sexta-feira (2) em Colombo, região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu na noite do dia 15 de janeiro. Durante uma tentativa de assalto, o jovem Carlos Ramon Dell Antonio foi morto a facadas.

De acordo com a Polícia Civil, na mesma semana, um adolescente de 17 anos foi encaminhado à Delegacia de Colombo por suspeita de envolvimento no crime. Ele prestou depoimento e foi liberado em seguida.

No dia do assalto, a família da vítima passou a madrugada no local do crime à espera de uma viatura para o recolhimento do corpo de Carlos Ramon – que ficou estendido na via.

Enquanto isso, o único veículo do IML que estaria disponível se envolveu em um acidente na Rodovia da Uva. De acordo com o Instituto Médico Legal, o carro, que retornava do litoral paranaense, colidiu com uma motocicleta.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, no do crime, um rabecão que atendia em Curitiba estragou. Foi solicitado, então, um carro reserva à empresa que loca viaturas, no entanto, o veículo não foi disponibilizado. Logo, a direção da Polícia Científica solicitou o deslocamento de uma viatura que atendia a Operação Verão, no Litoral do Estado, para auxiliar no atendimento em Curitiba.

O secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita lamentou o ocorrido. De acordo com ele, novos carros serão disponibilizados ao IML.

A Sesp (Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária), por meio de nota, informou que 30 viaturas serão disponibilizadas. Desse total, 10 vão ser entregues na próxima segunda-feira, dia 05.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*