Crianças haitianas até hoje são beneficiadas pelo trabalho desenvolvido pela médica Zilda Arns

Vinte e cinco brasileiros morreram no terremoto que devastou boa parte do Haiti em 12 de janeiro de 2010. Uma das vítimas foi a médica pediatra e sanitarista Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, que teria completado 80 anos no dia 25 de agosto. Ela se […]