Taxistas fazem carreata até a Prefeitura e pedem que aplicativos como Uber e Cabify sejam fiscalizados com mais rigor

Foto: colaboracao Marina Gutierrez

Foto: Colaboração Marina Gutierrez

Taxistas levaram à Prefeitura de Curitiba nesta terça-feira (23) um pedido para que serviços de transporte oferecidos por aplicativos como Uber e Cabify sejam fiscalizados com mais rigor. Os motoristas de táxi fizeram uma carreata pelo Centro da cidade e depois foram recebidos em reunião com representantes da diretoria da Urbs, da Secretaria de Governo Municipal e Procuradoria Geral do Município. Além da fiscalização, eles também pedem redução das taxas cobradas dos trabalhadores que prestam serviço em táxi. Um dos organizadores do movimento, Paulo Toledo, diz que os taxistas querem a lei seja cumprida enquanto os serviços autônomos não são regulamentados.

Na carreata, os taxistas se dividiram em dois grupos. Um deles saiu da Rodoferroviária e outro do Museu Oscar Niemeyer (MON) em direção à Prefeitura de Curitiba. Eles conversaram com o secretário de Governo, Luiz Fernando Jamur, o chefe de gabinete, João Alfredo Costa Filho, o presidente da Urbs, José Andreguetto, e o secretário da Defesa Social, Algacir Mikalovski, também responsável pela Secretaria de Trânsito, a Setran.

O Município informou que a Urbs se comprometeu a intensificar as ações de fiscalização do transporte irregular de passageiros, em parceria com a Setran. A Prefeitura de Curitiba também anunciou ter dado início a uma campanha publicitária que incentiva o uso do táxi. O material está sendo colocado em 700 pontos do mobiliário urbano da cidade.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*