Testemunhas de acusação do segundo processo envolvendo Lula serão ouvidas hoje (07)

(Foto: Divulgação/Agência Brasil) – arquivo

Três testemunhas de acusação no segundo processo que envolve o ex-presidente Lula serão ouvidas nesta quarta-feira (07), pelo juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba. Na ação penal, o Ministério Público Federal acusa o ex-presidente de ter sido beneficiado pela Odebrecht que, em troca de contratos com a Petrobrás, teria custeado um terreno para a construção da nova sede do Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo, São Paulo.

Prestam depoimento os ex-executivos e delatores: Hilberto Mascarenhas, Márcio Faria e Rogério Araújo. Todos foram arrolados pelo ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht.

Neste processo, Lula e mais sete pessoas são rés, entre elas o ex-ministro Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht. De acordo com a denúncia do MPF, o terreno que seria destinado a construção da sede do instituto teria custado R$ 12,4 milhões.

Já o apartamento vizinho ao local onde o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo, teria custado cerca de R$ 500 mil. Neste contexto, a propina distribuída pela Odebrecht chega a R$ 73 milhões. O dinheiro ilícito beneficiou partidos e políticos – principalmente do PMDB, PP e PT.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*