Três policiais civis são presos suspeitos de corrupção passiva, falsidade ideológica e uso de documentos falsos

Três policiais civis foram presos na manhã dessa terça-feira (05), em Foz do Iguaçu, oeste do Paraná, em uma operação realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). Durante a ação, os três agentes foram presos, em flagrante, por posse de arma e munição de uso restrito. Além disso, um deles possuía, ilegalmente, inquéritos policiais, drogas para tráfico e indícios de que realizava jogo do bicho.

No total, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sendo cinco na casa dos agentes e um no cartório do Grupo de Diligências Especiais, onde os policiais trabalhavam. De acordo com o Gaeco, a Operação investiga crimes de prevaricação (crimes praticados por funcionário público contra a administração), corrupção passiva, falsidade ideológica e uso de documentos falsos.

Segundo o Ministério Público do Paraná, os policiais teriam solicitado uma quantia em dinheiro para liberar um caminhão apreendido com cigarros contrabandeados. Em seguida, os agentes falsificaram a documentação do veículo e apresentaram à Receita Federal. Os policiais estão suspensos das funções por determinação da 1ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*